logotipo-dormenenem

Desmame natural: quando será a hora certa para deixar de amamentar?

Dentre todos os mamíferos, certamente, nossos bebês são os que mais necessitam de atenção e cuidados. Na espécie humana o fim do aleitamento materno não é determinado somente por fatores genéticos e pelo instinto. A amamentação na espécie humana é fortemente influenciada por múltiplos fatores socioculturais. Hoje, diferente do que ocorreu ao longo da evolução da espécie humana, a mulher tornou-se livre para optar (ou não) pela amamentação e decidir por quanto tempo vai (ou pode) amamentar. Apesar desta liberdade a mulher ainda enfrenta conflitos uma vez que a sociedade já apresenta uma expectativa do que deve ser feito.

desmame

O desmame materno ocorre quando se cessa completamente o aleitamento. É um processo que faz parte da evolução da mulher como mãe e do desenvolvimento da criança. Nessa lógica, o desmame deveria ocorrer naturalmente, na medida em que a criança vai adquirindo competências para tal.

No desmame natural a criança se autodesmama, o que pode ocorrer em diferentes idades, em média entre dois e quatro anos e raramente antes de um ano. Costuma  ser gradual, mas às vezes pode ser súbito, como, por exemplo, em uma nova gravidez da mãe (a criança pode estranhar o gosto do leite, que se altera, e o volume, que diminui).

Como a mãe pode ajudar no desmame?

A mãe pode participar do processo ativamente, sugerindo passos quando a criança estiver pronta para aceitá-los e impondo limites adequados à idade.

Veja alguns sinais que indicam que a criança está madura para o desmame:

  • Idade maior que um ano;
  • Menos interesse nas mamadas;
  • Aceita variedade de outros alimentos;
  • É segura na sua relação com a mãe;
  • Aceita outras formas de consolo;
  • Aceita não ser amamentada em certas ocasiões e local;
  • Às vezes dorme sem mamar no peito;
  • Mostra pouca ansiedade quando encorajada a não amamentar;
  • Às vezes prefere brincar ou fazer outra atividade com a mãe em vez de mamar.

O desmame natural é menos estressante para a mãe e para a criança. O desmame abrupto, deve ser desencorajado, pois se a criança não está pronta, ela pode sentir-se rejeitada pela mãe gerando insegurança e, muitas vezes, rebeldia. A mãe também pode ter problemas com o desmame abrupto  como ingurgitamento mamário e mastite, além de tristeza ou depressão, e luto pela perda da amamentação ou por mudanças hormonais.

Se você ainda não está segura que chegou a hora de fazer o desmame vale a pena esperar. No portal maternidade consciente existem dois depoimentos super emocionantes sobre o desmame natural e sobre o desmame ideal, vale pena ler!

Fonte:

Saúde da criança: nutrição infantil: aleitamento materno e alimentação complementar. Ministério da Saúde, 2009. Cadernos de Atenção Básica, n. 23


View the discussion thread. blog comments powered by Disqus
Português (Brasil)Español(Spanish Formal International)English (United Kingdom)

Busca Dorme Neném

Arquivo do Blog