logotipo-dormenenem

Agressividade e birras: saiba como agir

Entenda os motivos e aprenda a controlar as emoções de seu filho.

birra-crianca2

Quando falamos em bebês e crianças pequenas logo vem àquela vontade de estar perto deles, apertá-los, brincar com eles, pois além de serem fofos, trazem uma sensação de conforto e paz muito boa.

Mas, às vezes, nos deparamos com os "pitbebês", aqueles que dá medo até de chegar perto: eles adoram bater, gritar, morder. Como pode uma criança tão pequenina mostrar um comportamento tão agressivo?

É claro que os bebês não são culpados por essas reações, na maioria dos casos eles agem por instinto. Nos primeiros anos de vida precisamos ser atendidos imediatamente em nossas necessidades, e é exatamente isso que os bebês procuram. Bebês vão em busca de resultados rápidos, e por isso são impacientes.

A agressividade faz parte do desenvolvimento:

É isso mesmo. Até os dois anos de idade a criança se utiliza dos sentidos para conhecer o mundo. Neste período por falar com dificuldade acaba se utilizando da linguagem corporal para se expressar de modo mais eficiente. A criança nesta fase, é egocêntrica e acredita que o mundo funciona e exista em função dela.

Uma das primeiras maneiras de relacionamento é a disputa por objetos ou pela atenção de alguém querido. A intenção da criança ao morder ou empurrar, é obter o mais rápido possível aquele objeto de desejo, já que não consegue falar com fluência. Essa fase de disputa é natural e quanto menos ansiedade for gerada, mais rápida e tranqüila será transposta.

Como agir com seu filho:

Muitos pais, ao verem seus filhos chorando e esperneando, para não passar por constrangimentos, acaba cedendo a todas as suas vontades.

A cada vez que situações como essas acontecem, a criança aprende que funciona gritar, espernear e chutar para conseguir o que quer, e acaba repetindo esse comportamento.

É importante que os pais tenham uma ação segura e firme, porém carinhosa que ajude a criança a estruturar seu ego e controlar seus acessos de raiva de forma mais rápida. Tente fazer com que seu filho compreenda que cada ação provoca uma reação, que poderá ser de aprovação ou de restrição.

Por isso, às vezes, deixar de fazer algo que a criança goste muito também funciona, pois ela vai perceber que não consegue tudo que quer agressivamente. Além de aprender a ouvir o não, o que é muito difícil entre as crianças. O melhor é ir acostumando a criança desde pequena a respeitar as decisões dos pais. Mas tome cuidado para não exagerar nas proibições!

Bibliografia:

http://guiadobebe.uol.com.br/bb5a6/a_agressividade_infantil__bullying.htm

http://www.minhavida.com.br/conteudo/11216-Agressividade-infantil-e-ligada-a-dificuldade-de-se-expressar.htm


View the discussion thread. blog comments powered by Disqus
Português (Brasil)Español(Spanish Formal International)English (United Kingdom)

Busca Dorme Neném

Arquivo do Blog