logotipo-dormenenem

Mêtodo que ensina bebê a dormir sozinho causa polêmica

Ser mãe é - também - ouvir muito choro do bebê! O bebê chora, chora, chora e a mãe aflita vai logo socorrê-lo. Certo ou errado? É o que você vai saber agora.

choro

Quando o bebê chora na maternidade, é sinal de que nasceu bem e respira sozinho. Mas quando ele chega em casa na maioria das vezes acaba sendo totalmente o contrário, a criança que antes era um anjo, chora pra caramba. Fique calma mamães, pois o choro do recém nascido tem explicação segundo a ciência.

O choro é um instinto animal. Eles choram porque não gostam de ficar sozinhos, não podem ficar sozinhos e precisam do contato físico, desse alimento que é o pele a pele, o calor, o abraço da mãe e do pai.

O problema é quando esses bebês crescem e continuam a chorar muito durante a noite.  Aí, os pais apelam para tudo.

“É aquela loucura, de pegar, enfiar no carro”, conta a mãe Ester Carnevalli

“Eu pus um colchão na sacada da minha casa e fui dormir na sacada da minha casa porque eu achei que era calor”, lembra a mãe Margareth Cristina de Lima.

Mas agindo desta maneira será que a criança não tornasse dependente. Alguns pediatras acreditam que sim e por isso adotam o método do livro de um médico espanhol para ensinar o bebe a dormir sozinho.


O Prof. Marcus Renato de Carvalho começou um movimento na internet contra o método espanhol e afirma: “é preciso que o bebê seja acolhido, é do instinto materno essa ida e atenção ao choro do bebê”.

Temos reclamado muito da violência. No entanto, a praticamos dentro de casa, deixando nosso filho chorar... Esta é uma das primeiras manifestações do mal trato infantil.

O choro é uma forma de comunicação, um apelo que o lactente faz para ser atendido, um pedido de socorro...

 

Se alguém na rua grita por socorro, não somos automaticamente impelidos à olhar, a responder, a tentar ajudar ?

Chorar é um instinto animal, atender a este reclame também. Tanto é que, apesar deste livro condutista (Nana Nenê) ser muito vendido, felizmente é pouco praticado. Os pais ouvem sua intuição primitiva e não conseguem cumprir as ordens deste método brutal e desumano.
Se você deixar sua pequena "cria" chorar, você está passando para ela algumas mensagens:
- que as necessidades dela não são relevantes;
- que outros podem decidir por ela;
- que seus desejos não serão levados em consideração.

Os pais deveriam se preocupar com os danos emocionais na mesma intensidade que se preocupam com os danos físicos.
Exemplo:
Colocar em berços e até em quartos separados, e não responder rapidamente ao choro deles, pode gerar maior incidência de estresse pós-traumático e síndrome do pânico, quando estas crianças alcançaram a idade adulta.

Os filhotes de mamíferos humanos são muito frágeis. Por isto, a necessidade de uma "gestação extra-uterina" no seio materno. Nós sobrevivemos graças:
- ao contato físico,
- ao colo,
- ao cuidado,
- à amamentação,
- ao afeto.

O sono é um processo evolutivo. Os bebês nascem com apenas duas das 5 fases do sono. Ou seja, há uma imaturidade fisiológica (natural) para proporcionar um sono prolongado, sem interrupções à noite.

Dormir junto e amamentá-lo ajudam os bebês a aprenderem a dormir sozinhos no futuro. O nome deste alarme, deste choro ancestral, instintivo é choro de angústia de separação.

Quem ama, não deixa chorar !

Veja aqui como fazer que seu filho tenha uma noite sono tranquila.

Fonte: http://www.aleitamento.com.br/a_default.asp

Autor: Prof. Marcus Renato de Carvalho


View the discussion thread. blog comments powered by Disqus
Português (Brasil)Español(Spanish Formal International)English (United Kingdom)

Busca Dorme Neném

Arquivo do Blog